Guardar ao invés de consumir permite países crescerem, diz Levy
11/03/2015
 
O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmou nesta segunda-feira (9) em Brasília, na abertura da 2ª Semana Nacional de Educação Financeira, que a escolha de que a sociedade deve guardar um pouco mais, para garantir um investimento que vai "continuar dando frutos", ao invés de consumir imediatamente os recursos, é o que permite aos países crescerem.

"Não vou exagerar nos paralelos que devem estar fazendo [da educação financeira] na nossa vida nacional [medidas de ajuste implementadas recentemente pelo governo federal]. No entendimento de decisões entre presente e futuro e a priorização de recursos para Educação, os paralelos são evidentes e escolhas também. Saber priorizar e medir o resultado do gasto público vai ser cada vez mais importante. Temos que equilibrar demanda dos mais idosos com as novas gerações, que vão estar criando a riqueza do Brasil", declarou o ministro da Fazenda.

Segundo ele, nesse contexto se inserem muitos dos ajustes que o Brasil está fazendo para garantir uma trajetória e o desenvolvimento de novos instrumentos financeiros que facilitem os investimentos. Em sua visão, o investimento "baseado apenas no crédito tem um limite, que rapidamente se 'descobre'".

Na avaliação do ministro da Fazenda, o entendimento de que poupanças individuais são importantes para garantir bem estar no futuro e parte da educação financeira, complementa as ações do governo para garantir sustentabilidade do sistema previdenciário. "As pessoas entenderem relações entre contribuições e benefícios no sistema publico, ela realmente transforma potencialmente a visão do cidadão na discussão de politicas públicas", disse ele.

De acordo com Joaquim Levy, a diferença entre a real pobreza e as pessoas que têm uma vida mais protegida, é a proteção contra eventos inesperados. "Quando a gente não têm seguro, qualquer coisa que a gente acontece desorganiza todos nossos planos. Às vezes, um pequeno evento pode ter consequências muito grandes na vida das pessoas. O seguro tem um bem estar das pessoas extraordinariamente importante, quer seja seguro auto, saúde, etc. Traz elemento de bem estar extraordinário", declarou.

Expectativa de vida dos brasileiros
Também presente na abertura do evento sobre Educação Financeira, o ministro da Previdência Social, Carlos Gabas, afirmou que a expectativa de sobrevida dos brasileiros está em 84 anos.

"A sociedade brasileira ainda tem como premissa que deve se aposentar aos 50 anos. Média de aposentadoria é aos 54 anos. Por falta de informação, pessoas acabam tomando medidas que acabam prejudicando a elas próprias", informou ele.

Ao se aposentar antes dos 60 anos (mulheres) e dos 65 anos (homens), os brasileiros entram no cálculo do fator previdenciário - que diminui o valor das aposentadorias.

Autor: Alexandro Martello | Do G1, em Brasília

 
 
 
 
Veja as cidades que mais demitiram e as que mais contrataram em abril
leia mais
Com maior procura por vagas, salário em empregos com carteira assinada cai pela 1ª vez desde 2003
leia mais
Advogado cria solução caseira e economiza 300 litros de água no RJ
leia mais
Temor de colapso energético por falta de água aumenta procura por gerador
leia mais
Ministério Público pede suspensão da mistura de 27% de etanol na gasolina
leia mais
Contas de luz sobem, em média, 23,4% no país a partir desta segunda
leia mais
Empresários e sindicalistas criticam nova alta dos juros
leia mais
Brasil deverá colher 201 milhões de toneladas de grãos em 2015, diz IBGE
leia mais
Combustíveis já sobem nesta semana
leia mais
Aneel autoriza Furnas a reforçar instalação de subestações de energia
leia mais
Gasolina pode subir mais de 8% com alta de tributo
leia mais
Número de imóveis financiados com recursos da poupança cresce só 1,6%
leia mais
Banco Mundial corta estimativa para crescimento global apesar de queda do petróleo
leia mais
Mercado reduz previsão para PIB e vê inflação em 6,56% em 2015
leia mais
Inflação vai `castigar economia` em 2015, diz Fecomercio-SP
leia mais
Com seca em SP, indústrias recorrem a 'rodízio' e piscina para estocar água
leia mais
Conta de luz já está 28% mais cara do que logo após MP para reduzir preços
leia mais
Pela 19ª semana seguida, mercado baixa previsão de alta do PIB de 2014
leia mais
Seca provoca queda na produção de café em propriedades de MG
leia mais
Confiança do consumidor de SP sobe em agosto, mas segue baixa
leia mais
Copa atrapalha comércio e indústria no 2º trimestre
leia mais
Em SP, estiagem prolongada afeta a safra da cana-de-açúcar
leia mais
Busca do consumidor por crédito cai 2,5% no semestre, diz Boa Vista SCPC
leia mais
BC prevê 14% de alta nos preços da energia elétrica neste ano
leia mais
Seca prejudica agricultura de SP e lavouras não se desenvolvem
leia mais